quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Não consigo aceitar...


A sério que não...
É nestas alturas que tudo se questiona e nada faz sentido...

A A. estava grávida. É pouco mais nova que eu e andava super feliz (como quase todas as mulheres neste estado de graça). Até aqui tudo normal. Encontramo-nos e dizia-me com um sorriso nos lábios que já sabia que era uma menina...Disse-me que se ía chamar Eva Filipa. Ri-me como um perdido e brinquei com ela dizendo que Cátia Vanessa ou Iris Cheila seriam bem mais bonitos. Ela confidenciou-me que também não gostava muito, mas era para fazer a vontade ao pai da criança. Tinha um barrigão gigante. Falámos mais uns minutos, sorriu e abalou. Hoje soube que a Eva...só viveu 5 horas depois de nascer e...abalou. Dizem que pode ter sido uma má formação, um problema respiratório ou uma outra coisa qualquer...sinceramente...não quero nem saber o que foi, só gostava é de saber o porquê de alguém que ainda agora começou a vida ter já que a terminar...perceber porquê é que em 5 horas a vida de duas pessoas passa "do dia mais feliz da vida delas" para o pior de sempre...porquê?! Sei que provavelmente será mais uma das muitas perguntas retóricas que a vida terá, simplesmente não é justo! E o problema é que eu não sei que dizer ou escrever à A. Juro que não sei mesmo...

E assim de repente...Eva Filipa já não me parece tão mau, como na altura achei...sei que é...mas já não me parece...de todo... =(

1 comentário:

  1. Não digas nada, o silêncio vale mais que mil palavras :S

    ResponderEliminar